Proposta Pedagógica

Proposta Pedagógica


Aqui aprendemos assim…


Cantando, ouvindo os passarinhos, observando as flores, escutando o barulho da chuva e sentindo o sol batendo no rosto. As crianças aqui na Bosque das Letras têm liberdade, contato com a natureza, valorizam o simples e são as protagonistas do próprio aprendizado.

As iniciativas educacionais que guiam nosso trabalho respeitam nossos pequenos em sua totalidade, para que eles reconheçam, se apropriem e utilizem todas as suas inúmeras formas de se comunicar, pensar, compreender e se relacionar com os outros.

Nossa Proposta Pedagógica Construtivista é fundamentada em Jean Piaget e também inspirada em pensadores e estudiosos como Vygotsky, Emmi Pikler, Loris Malaguzzi, Paulo Freire e Renata Meirelles. Trabalhamos com projetos didáticos que surgem por meio do interesse e necessidade das crianças e são adequados a cada faixa etária, sem uso de material apostilado.

As crianças participam ativamente da organização do seu próprio conhecimento. Os educadores estão junto para ajudar a pesquisar, interpretar e organizar as ideias que surgem. Os temas de interesse coletivo são o ponto de partida para a solução de problemas, investigações, elaboração de hipóteses e pensamentos envolvendo os Direitos da Aprendizagem: Conviver, Brincar, Participar, Explorar, Expressar e Conhecer-se.

Aqui, acreditamos que a Primeira Infância é a base para que um indivíduo construa sua individualidade, autonomia e personalidade. Por isso, cuidamos para que nossas crianças possam se desenvolver em um ambiente onde compartilhem conhecimentos e explorem toda sua criatividade e imaginação.

Incentivamos em nossos projetos pedagógicos o uso de múltiplas linguagens, que se manifestam no brincar, no toque, no canto, na dança, na pintura, na interpretação, na fala e em outras tantas formas de expressão. Utilizando essas ferramentas, tão próprias das crianças, elas pesquisam sobre diferentes temas, que contemplam o desenvolvimento cognitivo, afetivo e social.

Nossa missão é valorizar a infância, permitindo que os pequenos brinquem e sejam livres para explorar elementos da natureza. Enquanto brincam as crianças elaboram experiências vividas, conhecem mais sobre si e sobre o outro e exercitam sua capacidade de invenção e criação.

Acreditamos que:
• educar e cuidar são aspectos indissociáveis, pois os momentos de cuidados também são momentos de aprendizagem;
• é fundamental trocar saberes com nossa comunidade e tornar visível a aprendizagem de nossas crianças;
• a criança é um ser social que constrói seus próprios aprendizados a partir de suas relações e experiências;
• a criança é vista como protagonista das ações e o educador atua como um mediador do conhecimento, através de uma escuta atenta, respeitando as singularidades de cada um;
• cada ser humano tem uma história de vida, uma bagagem de experiências e aspectos culturais que precisam ser considerados no processo de ensino e aprendizagem. É papel do educador considerar os conhecimentos prévios de nossas crianças durante o processo educativo.