DIVERSIDADE ETÁRIA NA EDUCAÇÃO INFANTIL

Sabemos que o desenvolvimento das crianças acontece a partir da interação. Lev Vygotsky (1896-1934), pensador russo, afirma que é por meio do convívio com o outro que o homem se constitui.

A linguagem oral, por exemplo, só pode se constituir através da interação. Por este motivo, aqui Escola Bosque das Letras, fazemos agrupamentos com crianças entre 1 e 3 anos (completos no segundo semestre) com o objetivo de potencializar o desenvolvimento de nossos pequenos.

Planejamos as situações do cotidiano considerando a distância entre aquilo que as crianças já conseguem fazer sozinhas e o que são capazes de realizar com a ajuda do outro. Assim, garantimos que os pequenos se relacionem não apenas com seus pares etários, mas também com crianças de idades próximas.

Na medida em que os mais velhos realizam tarefas que os menores ainda não conseguem fazer sozinhos, convocam estes a superar desafios.

Muitas vezes a dificuldade de uma criança não é bem interpretada pelos adultos, mas sinalizada com muita tranquilidade por outras crianças. Por outro lado, a criança maior vai aos poucos percebendo que a menor é diferente dela e que, por isso, tem algumas limitações que precisam ser respeitadas.

Já os maiores ocupam no grupo uma posição de destaque, de quem tem algo a oferecer e a ensinar para os colegas. Outro benefício desta proposta é que, além de potencializarmos as aprendizagens, trabalhamos com as crianças alguns valores importantes como a solidariedade e a cooperação.